});

Projeto autoral

Cantar o amor é uma missão que levo muito a sério. Costumo dizer que canto o que vivo, e que a música tem que tocar em mim, tem que falar comigo também, para que eu possa interpretar com sinceridade e transmitir toda a emoção que os noivos esperam.

Desde criança eu escrevo minhas imaginações, poesias, sonhos, memórias… Tenho vários caderninhos e diários guardados com estes registros. Como é bom conferi-los de vez em quando! Além das cartas de amor que o Wesley e eu trocávamos durante o namoro…

Desses manuscritos saíram algumas músicas que falam de alegria, esperança, fidelidade e sobretudo, amor. Tão bom quanto cantar o amor dos outros é cantar o amor que a gente vive! Sou sempre grata a Deus por me cercar de pessoas de bom coração, por me dar uma família linda e um esposo apaixonado que faz de tudo para me ver feliz.

Aliás, o Wesley foi o principal incentivador deste meu projeto autoral. Ele sempre acreditou nas minhas poesias, nos meus textos, e via uma música em cada palavra. Mas eu não me empolgava tanto, acho que todo “criador” é bem crítico com suas obras, não é? A gente sempre acha que falta algo mais, que pode melhorar. Mas ele sempre admira tudo que faço, e às vezes me intriga porque, como posso saber se realmente ficou bom? Ele é suspeito né, é meu esposo!

Mas de tanto ele me “empurrar” me tranquei por algumas vezes no estúdio e compus algumas músicas inspiradas pela minha história (nossa história) e histórias de amor de casais que passaram por nossas vidas.

A música Passa O Tempo é a mais romântica e delicada. Os arranjos são bem suaves. A letra fala sobre o verdadeiro amor, que é paciente, não causa mal, não perde seu encanto e dura para sempre. Eu queria um cenário rústico e acolhedor para o clipe desta música, que imprimisse simplicidade e leveza, assim como os arranjos musicais, sem mistérios. A Fazenda Bougainville Farm em Caeté – MG é um sonho e abriu as portas para o nosso projeto. Foi perfeito, do jeitinho que imaginei!

Outras 2 músicas fazem parte deste projeto inicial, Todo Mundo Sabe e O Amor Que Eu Desenhei (clique nas músicas para ouvir). São mais animadinhas ao estilo folkmusic, com destaque para o Metalofone (apenas em O Amor Que Eu Desenhei) e o violão Resonator, tipo de violão com som metálico que lembra banjo.

A base instrumental de todas as músicas foi teclado, violão, viola (violino), baixolão e bateria/percussão.

Confira o clipe a seguir

Elopement Wedding

Recebi o email de uma noiva que vai se casar ao estilo “elopement” e achei bem legal! Só a noiva, o noivo e um celebrante ou juiz de paz. Logo pensei numa trilha sonora bem leve, claro, afinal sou cantora (risos), mas comecei a pesquisar melhor sobre essa tendência de cerimônias de casamento.

-mk16997

Foto: Matheus Koelho – “elopement wedding” de Marina e Lucas

Nos sites americanos existe muito material sobre o “elopement wedding”, cerimônia bem comum nos Estados Unidos, Europa e que tem sido tendência também no Brasil.

Então achei útil compartilhar algumas dessas informações e dicas por aqui.

O termo “elopement” vem de “eloping”, quer dizer “fugir”, “escapar”. Antigamente, quando um casal queria se casar e os pais não aprovavam, eles fugiam e se casavam às escondidas, mais ou menos como vemos em alguns filmes românticos.

O “elopement wedding” contemporâneo também tem a há ver com fuga, ser escondido… Senão não é “elopement”. Mas não quer dizer que é porque a família não aprova tal casamento, até porque, em alguns “elopements” os familiares mais próximos (pais e irmãos) vão juntos, mas aí já começa a ficar com cara de “pop up wedding”, outro estilo de cerimônia que vou contar melhor em outro post. O “elopement” está mais relacionado ào intimismo, estilo do casal, orçamento…

Quais os prós e contras?

leia mais

Nayara e Ricardo – UAI + OXE

“A vida une as pessoas certas no momento certo,

que esteja no nosso destino amar, viver e começar cada dia juntos”

 

IMG_0100

Como diz em Eclesiastes 3:1, tudo tem seu tempo certo debaixo dos céus.

IMG_2155Mineiro costuma dizer “quem tem pressa come cru”, mas o melhor tempo é o tempo de Deus, e muita coisa se passou até chegar o dia do casamento da Nay e do Rikk.

O que esperar de um casamento entre Minas e Bahia, senão muita emoção, sorrisos abertos, gente super animada e envolvida…

A Nayara é uma mineirinha que vive na Bahia, se apaixonou pelo Ricardo, que é músico e adora festa!

Ele ficou tão maravilhado ao ver a Nayara, que se derramou em lágrimas de amor, um choro de realização, como quem conquista uma grande vitória após muitas adversidades. Me segurei para não chorar junto.

leia mais

Casamento Priscila ♥ Pedro

Casamento na fazenda sempre nos traz boas sensações! Priscila e Pedro se casaram numa manhã tranquila e fresca de domingo, com a presença de amigos e familiares envolvidos pelo amor dos dois, desejando as melhores hipóteses para aquele dia, que certamente não teria sido diferente, pois Deus estava ali, cuidando de tudo e de todos.

11990468_950433401658950_3232327294363030600_n

11990507_1060108150669156_6692072540011943336_n

Trilha Sonora

Noivo: Can’t take my eyes off of you (Frank Valli)

Padrinhos: Turn your lights down (Bob Marley)

Damas: Everything (Michael Bubblé)

Noiva: Marcha Nupcial + My desire (Jeremy Camp)

Alianças: Love is not a fight (Waren Barfield)

Saída: Stand by me (Ben E. King)

 

 

11911620_1056396787712428_916092682_n

 

 

1535045_950433404992283_967279318612070983_n

Amo as garrafinhas da Ville Squárcio

 

Local: Fazenda Palmeiras – Mateus Leme/MG
Decor e Cerimonial: Ville Squarcio
Fotografia oficial: Léli Matos
Vídeo: Dênis Moreno
Dia da Noiva: Salão M.A